Comunidade FEMINA

MULHER SELVAGEM

Por Susana Pacheco.

Somos filhas da lua,
Somos irmãs da sombra
Somos mães do sol

Juntas cedemos:
Primeiro andamos, depois corremos…
E, como lobas, matamos
Os demónios que nos assombram

Selvagens mulheres
Guardiãs de uma nova visão
E correm rios dentro de nós

Escutamos os cantos dos antigos,
Bebemos o sangue da intuição
Sabemos decifrar a alma
E ler o coração

Susana Pacheco.

30 anos, escrevo poemas desde os 10. Formada em Comunicação e Marketing. Leitora de pessoas, livros e do cosmos. Os meus interesses incluem poesia, astrologia, tarot, música, arte em geral.
Criadora da página de artes divinatórias @lumi_nars.


Contactos e parcerias:

podcast@femina.pt
vanessa@femina.pt