Comunidade FEMINA

Saúde da Mulher #3: Já estamos em 2022! Como lidar com o envelhecimento?

Por Rita Borba

Existe uma diferença considerável entre a expectativa de vida de mulheres e homens, já que estes últimos apresentam maior mortalidade devido a fatores biológicos, estilo de vida e comportamentos de risco. Algumas características fazem a diferença no processo de envelhecimento na mulher, tais como a produção hormonal e transformações específicas como a gravidez e lactação.
Contudo, estudos indicam que as mulheres vivem mais, apesar de envelhecerem mais cedo e mais rápido. O envelhecimento desenvolve-se com a decadência das hormonas ao longo dos anos que provocam os primeiros sinais no cabelo, pele, peso, líbido, sono, entre outros.

É importante aceitar o envelhecimento naturalmente e adaptar a rotina diária a cada fase da nossa vida. Cada pessoa envelhece ao seu ritmo e de forma diferente, mas existem algumas mudanças no estilo de vida que podem ajudar a abrandar estes sinais e a lidar tranquilamente com o seu aparecimento.

BEM-ESTAR FÍSICO E MENTAL


Praticar exercício físico regularmente é essencial para melhorar alguns sintomas que aparecem com a idade como o cansaço geral, falta de motivação e energia, dores nas costas e nas articulações, dores de cabeça e falta de sono.

A alimentação também deve ser regrada consoante as necessidades do organismo e adaptada ao estilo de vida possibilitando atenuar o inchaço abdominal, a digestão lenta e outros problemas gastrointestinais recorrentes da idade.

CUIDADOS ESTÉTICOS

Os sinais estéticos são os que mais “assustam” quando nos olhamos ao espelho e sentimos o peso da idade no nosso rosto, como as rugas, manchas e flacidez da pele e claro, os tão temidos cabelos brancos!

Alguns ingredientes utilizados nos produtos cosméticos ajudam a retardar os sinais de envelhecimento, por isso a rotina de cuidados de pele deve ser ajustada às diferentes necessidades.

Ao longo dos anos o organismo diminui a capacidade de produção de colagénio que torna a pele mais seca, baça, amarelada e flácida, contudo, uma rotina de pele personalizada poderá fazer toda a diferença. Cuidados básicos como limpeza, hidratação e proteção solar protegem a pele das agressões ambientais que causam o envelhecimento cutâneo, como os raios solares, a poluição, as mudanças de temperatura, entre outros.

Relativamente aos cabelos brancos existem duas soluções simples: assumir ou pintar!
Aceitar o envelhecimento do nosso corpo é o primeiro passo.
A prevenção só depende de nós, cuidem-se!

Rita Borba.

Farmacêutica especialista em Cosmética e a frequentar uma pós-graduação em Gestão e Marketing, tenho um fascínio pela Comunicação e a necessidade de escrever com o objetivo de contribuir para a literacia na saúde, beleza e bem-estar. Apaixonei-me pela música ainda antes de saber ler nem escrever e em 2021 aventurei-me a soltar a voz no universo pop português! Nos tempos livres perco-me a ouvir música e podcasts no Spotify, a fotografar e a ler sobre marketing e cosmética. No FEMINA pretendo partilhar conteúdos despertando para a importância da saúde da mulher no empoderamento e igualdade.


Contactos e parcerias:

podcast@femina.pt
vanessa@femina.pt