Comunidade FEMINA

Saúde Femina #6: Água, o bem essencial

Por Rita Borba.

As recomendações de hidratação do organismo variam de país para país, devido às diferentes
condições climáticas, mas segundo a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA), a
ingestão diária de água adequada é de aproximadamente entre 1,5L e 2L.

O corpo perde água todos os dias através da respiração, da transpiração, da urina e da atividade
intestinal e por isso a EFSA também aconselha a ingestão de diferentes quantidades de água para diferentes géneros e pesos.

Geralmente, os homens, com maior volume corporal, devem beber 2L e as mulheres apenas 1,5L. Esta diferença baseia-se na distribuição de líquidos nos compartimentos celulares que apresentam diferentes volumes, mas a idade também influencia estas recomendações, uma vez que o envelhecimento causa maior probabilidade de desidratação.

Contudo, calorias ingeridas em excesso, níveis intensos de atividade física e altas temperaturas aumentam a necessidade de beber água. O calor tem sido intenso nos meses de verão e por isso é importante ter em atenção alguns sintomas que surgem quando a água ingerida não é suficiente e ocorre desidratação:

DOR DE CABEÇA
Baixos níveis de água no organismo e consequente diminuição da circulação sanguínea, dos níveis de serotonina no cérebro e músculos podem provocar dores de cabeça e até mesmo tonturas.

PELE SECA, SEM BRILHO
A água também é essencial a qualquer tipo de pele conferindo-lhe um aspeto naturalmente luminoso e hidratado, quer seja seca, mista, normal ou oleosa. A desidratação inibe a produção de elastina e a regeneração celular alterando a vitalidade normal da pele.

AUMENTO DO APETITE
A desidratação pode aumentar o desejo por doces por ser confundida com fome.

MAU HÁLITO
A falta de água diminui a produção de saliva que, por ter propriedades antibacterianas, pode
permitir a sua multiplicação e consequente mau hálito.

ALTERAÇÕES DE HUMOR
Falta de concentração, irritabilidade e sensação de cansaço, podem ser consequências de
desidratação que afeta atividades cognitivas como a memória e o raciocínio.

Existem já apps que ajudam a controlar a quantidade de água ingerida, com notificações para
relembrar a toma regular ao longo do dia, experimentem!
A prevenção só depende de nós, bebam 8 copos de água por dia (+/- 2L)!

Rita Borba. 

Farmacêutica especialista em Cosmética e a frequentar uma pós-graduação em Gestão e Marketing, tenho um fascínio pela Comunicação e a necessidade de escrever com o objetivo de contribuir para a literacia na saúde, beleza e bem-estar. 
Apaixonei-me pela música ainda antes de saber ler nem escrever e em 2021, aventurei-me a soltar a voz no universo pop português! 
Nos tempos livres perco-me a ouvir música e podcasts no Spotify, a fotografar e a ler sobre marketing e cosmética. 
No FEMINA pretendo partilhar conteúdos despertando para a importância da saúde da mulher no empoderamento e igualdade.


Contactos e parcerias:

podcast@femina.pt
vanessa@femina.pt